O projeto dos Centros de Desenvolvimento Regional (CDRs) foi apresentado, nesta quinta-feira (09), à equipe técnica do governo federal. O senador Izalci Lucas (PSDB/DF) e o deputado Vítor Lippi (PSDB/SP), defensores do projeto, foram os responsáveis por organizar a reunião, no Senado Federal, com o objetivo de articular o trabalho conjunto entre os ministérios.

Os CDRs foram idealizados para promover a aproximação entre os órgãos governamentais, o meio acadêmico e o setor produtivo visando definir estratégias e a implantação de projetos inovadores para contribuir com o desenvolvimento econômico e fomentar a geração de emprego e renda.

Atualmente, cinco projetos pilotos estão em andamento. Estes pilotos formam a base de experimentação com vistas à consolidação do programa em 2019. A iniciativa nasceu em 2017 a partir de uma parceria do Ministério da Educação com o Centro de Estudos e Debates Estratégicos da Câmara dos Deputados.

Aqui no Distrito Federal, o projeto está sendo implantado. O senador Izalci Lucas é o responsável por trazer o CDR para o DF e o Entorno.

“Eu fico preocupado com o grande número de desempregados que temos por aqui. O Projeto CDR é um dos caminhos que temos para ajudar o DF e o Entorno a crescer e se desenvolver economicamente. Isso significa gerar emprego e renda para a população”, destaca Izalci.

Ao final do encontro, ficou acordado que os técnicos do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), órgão que coordena o projeto em âmbito nacional, e os representantes dos Ministérios da Educação (MEC), Ciência e Tecnologia (MCTIC), Desenvolvimento Regional (MDR), Turismo (MTur) e Cidadania, passarão a realizar reuniões de trabalho com mais frequência para garantir o bom andamento do Projeto CDR.

Foto: William Sant’Ana