Senador passa a divulgar boas notícias durante seus discursos

O senador Izalci Lucas (PSDB/DF) teve uma iniciativa diferente nesta quinta-feira (16/05), durante discurso no plenário do Senado, ao falar da importância de se compartilhar notícias boas.

“A gente fala muito só de notícia ruim, que acaba deixando as pessoas com depressão. Resolvi, a partir dessa semana, trazer aqui algumas notícias boas. Há acontecimentos positivos no Brasil, e precisamos compartilhar isso também”, afirmou.

Em seguida, Izalci relatou três notícias boas que merecem ser compartilhadas. A primeira delas foram as mudanças feitas na lei Maria da Penha, para facilitar a adoção de medidas protetivas de urgência, a favor das mulheres e seus dependentes, em casos de violência doméstica ou familiar.

“Essas alterações, sancionadas pelo presidente Jair Bolsonaro, vão dar maior agilidade para as decisões das autoridades da justiça e da polícia”, disse.

O novo texto da lei determina que, se houver risco à vida ou à integridade física da vítima, o agressor deve ser afastado imediatamente da convivência com a mulher. Nesses casos, não será concedida liberdade provisória ao preso. Também diminui de 48 para 24 horas o prazo que a autoridade policial tem para comunicar ao juiz a ocorrência de agressão. O juiz também deverá emitir uma decisão sobre o caso em 24 horas.

“A violência contra a mulher, infelizmente, tem crescido no Brasil. Aqui no Distrito Federal, no último ano, houve um aumento de 50%, de janeiro a novembro do ano passado, os 20 juizados de violência doméstica e familiar do DF registraram quase 11 mil pedidos de medidas protetivas. Portanto, medidas como essas, que salvam vidas, devem ser comemoradas”, ressaltou Izalci.

Outra notícia boa compartilhada foi a iniciativa da Escola de Educação Infantil Alziro Zarur, da Legião da Boa Vontade (LBV), que está mudando os hábitos alimentares e ensinando a importância da alimentação saudável para crianças e famílias de baixa renda.

“O projeto horta mostra de onde vêm os alimentos, envolve as crianças na produção e as incentiva a provar as hortaliças, mostrando que são importantes para a saúde.  Essa simples atividade tem conseguido mudar hábitos alimentares das crianças e de suas famílias, e, certamente, garantirá que se desenvolvam melhor e cresçam saudáveis. É um projeto que merece ser replicado não só na rede privada, como também na nossa rede pública de ensino”, afirmou.

A última notícia dada por Izalci, foi a da canonização da Irmã Dulce.

“Eu tive o privilégio de conhecer a nossa irmã Dulce, conviver um pouco com ela, e será a primeira mulher nascida no Brasil a ser canonizada”.

O decreto de canonização da religiosa foi assinado pelo Papa Francisco na última segunda-feira (13). Segundo o canal de notícias do vaticano, para ser validado, o segundo milagre passou por três etapas de avaliação. A primeira feita por peritos médicos, a segunda por teólogos, e, finalmente, a aprovação final do colégio de cardeais.

O milagre atribuído à irmã Dulce teve autenticidade reconhecida de forma unânime. O primeiro milagre trata da recuperação de uma paciente que teve uma grave hemorragia pós-parto e cujo sangramento subitamente parou, sem intervenção médica. Foi esse milagre que levou à sua beatificação, em 22 de maio de 2011. O segundo milagre está relacionado a uma pessoa que dormiu cega e acordou enxergando.

Assista ao discurso completo:

 

Aparte

Os senadores Jorge Kajuru (PSB/GO) e Marcos Rogério (DEM/GO) parabenizaram Izalci pela iniciativa.

“Foi muito oportuno ouvir isso do senador Izalci, e eu lhe cumprimento por esse quadro iniciado hoje e tomara que ele continue, disse Kajuru.

Marcos Rogério também parabenizou Izalci, lembrando que às vezes a má notícia cria um clima de instabilidade, desconfiança e baixa a imunidade emocional das pessoas:

“Parabéns pelo pronunciamento, pela abordagem de temas importantes, e por se propor a ser um propagador de notícias boas. Em meio a tantas más notícias, é fundamental que a gente seja porta voz de boas notícias também”, parabenizou.

 

Foto: William Sant’Ana