Foi realizada, nesta sexta-feira (31), em Brasília, a XV Convenção Nacional do PSDB, com a presença de governadores, senadores, deputados federais e estaduais, além de prefeitos e vereadores de todo país. Na ocasião, o ex-deputado Bruno Araújo (PE) foi confirmado como presidente nacional da sigla. Ao discursar, Araújo declarou que o PSDB pagou “algum preço” pelas suas “hesitações” no passado, e garantiu que a missão agora é a de “assumir compromissos firmes”, sendo a reforma da previdência o primeiro teste.

Durante o evento, ao deixar a presidência da sigla, Geraldo Alckmin afirmou que passa o cargo com o sentimento de dever cumprido. “Estamos terminando essa caminhada com um bom legado, que é o primeiro código de ética, uma mudança no estatuto e o ‘compliance’, que é o programa de conformidade e integridade, que vai dar total transparência na gestão partidária”, disse. O código de ética prevê a expulsão de políticos condenados criminalmente, ou que tiverem cometido infidelidade partidária.

Com a maioria dos votos, a presidente nacional do PSDB-Mulher, Yeda Crusius, foi reconduzida para mais um mandato à frente do segmento. Já a eleita para comandar a Juventude Nacional do PSDB foi Júlia Jereissati, que defendeu que os jovens tucanos ocupem espaços na sociedade disputando eleições em movimentos estudantis, conselhos tutelares e outras organizações com participação popular.

 

 

 

 

 

 

O senador Izalci Lucas (DF) falou sobre a renovação do partido. “Me orgulho muito de participar dessa mudança, tenho certeza que o PSDB vai continuar contribuindo com o país, como sempre fez, temos que nos orgulhar do que foi feito. mas precisamos apresentar novas propostas”, ressaltou .

Ainda durante o evento, o novo presidente, Bruno Araújo, elogiou Izalci, afirmando que estão juntos nesse novo tempo de renovação. “Ele está conosco nessa missão, na executiva nacional do partido, além da missão de tocar o Distrito Federal. Ele é um dos parlamentares mais influentes do Congresso Nacional”, declarou.

Para a prefeita de Palmas (TO), Cintia Ribeiro, o novo presidente, Bruno Araújo, marcará um novo tempo, “de resgate, principalmente, e de toda a credibilidade que a classe política precisa”.  Ela também falou sobre Izalci, que segundo ela, é muito querido pelo PSDB Mulher. “Fica aqui nosso reconhecimento público pelo grande homem que ele é, o grande nome que ele é para o PSDB, e todo o nosso país, e principalmente pela sua marca de sucesso aqui no Distrito Federal. Ele é o homem da educação,” afirmou.

A deputada federal, Mariana Carvalho (RO), também falou das expectativas para a renovação da sigla:  “Fico muito feliz por esse novo momento que o partido vive, sempre lembrando das suas raízes, da sua história, e principalmente, cada vez mais, tentando fazer uma comunicação que chegue à nossa população”, disse. Ela também lembrou de Izalci, afirmando que o senador representa muito bem o nosso país: “atuante, competente e sempre buscando melhorias para o Distrito Federal e nosso país”, elogiou.

O deputado Pedro Cunha Lima (PB) destacou que esse é um momento desafiador. “Temos que expandir uma visão de mundo, o Brasil vive um momento delicado, a política que está posta não é a que a gente precisa para encontrar soluções, vamos construir esse caminho. O senador Izalci é um parceiro de bancada, cumpre um papel fundamental por levar essa nossa mentalidade ao Senado, e por cumprir esse relevante papel nessa caminhada que a gente precisa seguir”, disse.

O governador Eduardo Leite (RS) afirmou que o PSDB se renova, e é preciso ter consciência de que a vida muda rapidamente. “Todo mundo tem que se renovar diariamente, a tecnologia muda, o jeito que a gente age e se relaciona, a mudança é a regra. Então, um partido político que está conectado com a sociedade tem que se dispor a renovar constantemente”, afirmou. Ele também citou o senador Izalci. “É esse o PSDB que a gente quer construir, próximo das pessoas, como a gente sabe que é o mandato do senador Izalci, junto da população para fazer um partido forte, mas mais do que isso, cumprimos com a nossa grande missão na política, que é melhorar a vida das pessoas”, lembrou.

O deputado federal, Domingos Sábio (MG), vice-presidente nacional da sigla, falou da história do partido. “A nossa certeza é que o PSDB que tem uma história belíssima, e sabe que agora é o momento de nos renovarmos e ainda fazermos mais pelo Brasil, nessa fase difícil. É hora de renovar a confiança no nosso país, mas é hora de fazermos reformas sim, não só da previdência, mas reforma tributária, política, e partidária, para que esse país seja mais justo com todos, volte a crescer”. Ele também citou Izalci: “Temos a certeza que uma liderança como Izalci no Senado é decisiva para o Brasil inteiro, e em especial para o DF, que ele ama tanto, conhece tão bem, e representa com muita dignidade”, observou.

O prefeito de Manaus, Arturt Vigílio, também falou sobre Izalci, afirmando que ele não chegou a esse posto tão específico do legislativo à toa, mas pela defesa que faz de Brasília. “Isso é um dever fundamental dele, e pela capacidade que demonstra de compreender o Brasil como um todo, é um grande tucano que merece o meu respeito”, disse.