A Medida Provisória 881/2019, conhecida como MP da Liberdade Econômica, foi aprovada no Senado nesta quarta-feira (21) . O texto traz medidas de desburocratização e simplificação de processos para empresas e empreendedores. Durante a análise no Congresso, foram adicionadas alterações em regras trabalhistas, o que gerou polêmicas. A aprovação no Senado aconteceu após acordo para suprimir do texto artigos que acabavam com a restrição ao trabalho nos domingos. O projeto decorrente da medida (PLV 21/2019) ainda terá que passar pela sanção presidencial. “Os senadores e senadoras construíram entendimento para a votação desta medida provisória tão importante para o Brasil. É uma medida provisória que destrava a relação empresarial e que sem dúvida será uma mola propulsora do desenvolvimento, do crescimento e especialmente da geração de emprego”, comemorou o presidente do Senado, Davi Alcolumbre.

 

*Informações da Agência Senado