A ciência e a tecnologia vêm sendo os propulsores das economias e do desenvolvimento de diversos países pelo mundo afora. Preocupado com os últimos acontecimentos no setor aqui no Brasil, o senador Izalci Lucas (PSDB-DF) sensibilizou seus colegas de parlamento e conseguiu aprovar dois requerimentos na Comissão Mista de Orçamento – CMO para realizar duas audiências públicas. Uma vai debater a falta de recursos humanos nas instituições públicas de pesquisas. Já na outra, os parlamentares irão debater os impactos da ciência e tecnologia na economia brasileira.

As carreiras de ciência e tecnologia, presentes em oito ministérios e em 21 órgãos e instituições do poder executivo, perderam 75% dos seus quadros nas últimas três décadas. Os últimos governos não promoveram concursos públicos para suprir as vagas remanescentes dos profissionais que se aposentaram. Em algumas instituições, há riscos de não ter mais nenhum servidor em seus quadros num prazo de 5 anos.

O senador Izalci Lucas fez questão de convidar os colegas do colegiado a participarem das audiências.

“Eu venho atuando como parlamentar nas frentes de educação e de ciência e tecnologia há muito tempo e percebi que é necessário sensibilizar os nobres colegas do Congresso aqui nesta comissão. Nós temos, hoje, um orçamento para a ciência e tecnologia que é menor do que há 15 anos. Isso implica em problemas para os bolsistas e tantas outras dificuldades para o setor. A gente vê que os países desenvolvidos só conseguiram chegar aonde estão devido aos investimentos nas áreas de ciência e tecnologia. Essas duas audiências são fundamentais para o Brasil”, destacou Izalci.

Quanto a falta de recursos humanos nos órgãos e institutos do governo federal que possuem servidores nas carreiras de ciência e tecnologia, Izalci Lucas ressaltou que é necessário dar maior atenção para o problema.

“Não podemos esperar que esses órgãos tenham suas pesquisas e trabalhos paralisados por falta de mão de obra. Nós temos pessoas capacitadas na área, mas que estão optando em sair do país por falta de oportunidade”, ressaltou o parlamentar.

Já em relação ao impacto do setor na economia do país, Izalci lembrou que muitos setores se beneficiaram com o uso da ciência e tecnologia nas suas atividades.

“É importante que os parlamentares entendam que temos empresas e instituições que contribuem fortemente para a nossa economia. Nessas audiências, teremos a participação de representantes do setor que irão apresentar os resultados alcançados por meio do uso da ciência e tecnologia em outras áreas”, salientou Izalci Lucas.

As audiências públicas ainda não têm datas previstas. A CMO irá divulgar na próxima reunião quando elas ocorrerão.