Veículos serão utilizados por servidores, para trajetos curtos

O senador Izalci Lucas (PSDB/DF) testou, nesta terça-feira (15/10), o carro elétrico que passou a ser compartilhado pelos servidores do Governo do Distrito Federal, para se deslocarem a trabalho. O parlamentar saiu do Anexo 1, do Senado Federal, e foi até a Câmara Legislativa do DF, onde participou da sessão solene em alusão ao Dia da Ciência e Tecnologia, celebrado em 16 de outubro.

“É um carro que merece ser incentivado. A gente precisa buscar alternativas para colocá-lo como opção para o cidadão poder adquirir. É uma tecnologia limpa, utiliza bateria, e tem todas as condições de transitar, como qualquer carro, com uma boa velocidade”, afirmou.

O veículo, um modelo Twizy, da marca francesa Renault, é pequeno e comporta duas pessoas, uma na frente dirigindo e outra atrás. Além disso, é 100% elétrico e pode rodar até 100 quilômetros sem precisar recarregar.  A recarga demora aproximadamente três horas em uma tomada comum. A velocidade é limitada a 80 km por hora. Dois veículos estão disponíveis e, até dezembro, o GDF estima que 16 carros estejam em circulação. De acordo com o governo, cerca de 300 servidores já estão cadastrados para usar os carros em atividades internas.

Os carros elétricos farão trajetos curtos, geralmente pela Esplanada dos Ministérios e os órgãos públicos. Os servidores poderão fazer a reserva por meio de um aplicativo, no qual também poderão verificar os locais onde ficam o posto de carregamento mais próximo. Segundo o governo do DF, até novembro serão instalados 35 postos de carregamento elétricos, chamados eletropostos, que serão gratuitos e de uso coletivo.

O aplicativo também rastreia os carros, monitora a velocidade, a carga de bateria e as rotas percorridas. Os automóveis serão desbloqueados com cartões dos funcionários cadastrados no sistema. Segundo o GDF, foram investidos R$ 3,1 milhões de reais no projeto, sem custos para os cofres públicos do DF. Segundo o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Gilvan Máximo, a estimativa é que a economia para os cofres públicos será de R$ 8 milhões de reais por ano, em toda a frota do GDF.

 

 

Sessão Solene CLDF

Ao participar da sessão na CLDF, o senador Izalci, que é presidente da Frente Parlamentar Mista da Ciência, Tecnologia, Inovação e Pesquisa no Congresso Nacional, falou sobre os avanços que tem feito no Congresso, com relação a área de Ciência, Tecnologia e Inovação. “Eu vou ser o relator do orçamento da educação no Brasil, é uma luta muito grande que enfrentamos no Congresso em termos de colocar no orçamento recurso para ciência e tecnologia, mas estamos correndo atrás disso. Esse vai ser um dos meus maiores desafios.  Estamos trabalhando muito para investir cada vez mais recursos nessa área, sempre em busca de dar mais, oportunidades para os nossos jovens”, declarou.

Para finalizar, Izalci reforçou a importância de celebrar essa semana de Ciência e Tecnologia, e lembrou ainda o Dia do Professor, nesta terça (15/10). “Parabenizo o deputado Daniel Donizete (PSDB/DF) por essa iniciativa, e a Casa aqui, a CLDF, por ter pautado esse momento tão importante. Parabenizo  os alunos da UnB, das Escolas Técnicas, do Ensino Fudamental, Infantil, que trouxeram seus projetos para nos apresentar aqui hoje. O que o Brasil precisa é de recursos, de incentivo. Parabéns aos professores também, por esse dia tão importante, esses profissionais merecem”, concluiu.