A Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno – RIDE passará a ter mais uma cidade mineira a fazer parte do pacto de articulação de desenvolvimento econômico da região, Uruana de Minas. Nesta quarta-feira (16), os senadores da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) aprovaram o PLC 189/2019 que dá nova redação à lei que criou a RIDE incluindo Uruana de Minas. Agora, a RIDE passa a ter 34 cidades (29 goianas e cinco mineiras) e o Distrito Federal. O relator da matéria foi o senador Izalci Lucas (PSDB-DF), presidente da comissão.

Em 1998, foi criada a RIDE com o objetivo de promover a interação administrativa e o desenvolvimento econômico entre o DF e 21 municípios, sendo 19 goianos e dois mineiros. Em 2018, mais 12 cidades foram incluídas no acordo. A cidade de Uruana de Minas, por estar mais próxima de Brasília do que Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, se beneficiará da ação articulada envolvendo a União, o Distrito Federal e os estados de Goiás e Minas Gerais para melhorar a qualidade de vida dos moradores da região.

O senador Izalci Lucas justificou em seu parecer que a cidade de Uruana de Minas tem maior dependência das ações realizadas pela RIDE do que pelo Estado de Minas Gerais. “Não podemos deixar de incluir Uruana de Minas na RIDE, uma vez que ela era distrito de Unaí até sua emancipação. Os moradores da cidade já possuem um elo com a nossa região. Não existem razões para impedi-la de fazer parte da RIDE”, afirmou o parlamentar.

Ao final, o senador parabenizou os moradores da cidade. Assista ao vídeo: