O senador Izalci Lucas (PSDB-DF) afirmou em discurso, nesta sexta-feira (1), que formar o cidadão para o mercado de trabalho, é a base de um país bem-sucedido.  O senador defendeu a educação de qualidade no Brasil, afirmando que as rápidas mudanças tecnológicas e a competitividade têm dificultado a entrada do brasileiro no mercado de trabalho.

Segundo o parlamentar, são mais de 13 milhões de desempregados no Brasil, e apenas 15% da população entre 25 e 65 anos tem o ensino superior completo. Izalci disse que é preciso ir às ruas e entender de perto o que falta no currículo do cidadão para que possa voltar ao mercado de trabalho. Na avaliação dele, não basta ter alunos matriculados, mas um ensino de qualidade para todos os brasileiros.

“É difícil aceitar que um trabalhador não consiga o que é lhe é mais caro: um emprego. Agora é o momento de analisar o que estamos oferecendo aos nossos alunos. Não é só colocar gente em sala de aula e distribuir os diplomas. É hora de focar em ensino de qualidade, onde os alunos aprendam de fato e possam usar os seus conhecimentos em sua trajetória pessoal e na construção de um país grande” — disse o parlamentar.

Defensor do ensino de qualidade no país, o senador Izalci destacou que a Educação é a base para qualquer projeto bem-sucedido que um país pretenda construir.

“Educação de qualidade é sinônimo de país soberano. Assim, o mundo do trabalho precisa de educação de qualidade; a competitividade brasileira precisa de educação de qualidade; a formação social do Brasil precisa de educação de qualidade; a inovação brasileira precisa de educação de qualidade”, afirmou.

Segundo o senador, o Brasil, depois de séculos de atraso, está conseguindo universalizar apenas etapas básicas, como o Ensino Fundamental. No entanto, é preciso mais. Em sua avaliação, Izalci destacou que de nada adianta ter matrícula se os alunos do Ensino Médio nada aprendem e abandonam a escola, porque não vão para o mercado de trabalho ou nem para o ensino superior – a geração nem-nem.

“Agora é o momento de analisar o que estamos oferecendo aos nossos alunos. É hora de focar em ensino de qualidade, onde os alunos aprendam de fato e possam usar os seus conhecimentos em sua trajetória pessoal e na construção de um país grande”, sustentou.

Nesse sentido, o senador informou que a Frente Parlamentar Mista da Educação e a Frente Parlamentar Mista de Ciência, Tecnologia, Pesquisa e Inovação têm um papel importante a desempenhar para ajudar a mudar a realidade do povo brasileiro.

“Temos a imensa responsabilidade de fazer cumprir as leis que daqui emanaram, mas antes disso, temos a nossa lei maior, que é a proteção de nossa população em seus direitos básicos, que são educação, saúde e segurança”, convidou o senador.

Quer saber sobre o que mais o senador Izalci falou no discurso de hoje?

Acesse o link: https://www12.senado.leg.br/multimidia/evento/91755?h=09:04:02