Com Agência Senado

O senador Izalci Lucas (PSDB-DF) lamentou, nesta quinta-feira (31) em Plenário, o contingenciamento de recursos para investimentos em ciência, tecnologia e inovação. Em sua opinião, há uma falta de visão dos governantes sobre a importância do setor para o desenvolvimento econômico e social do país.

De acordo com o parlamentar, os gestores públicos ainda não compreendem a importância de fomentar a tecnologia, uma área que, segundo ele, enfrenta o pior orçamento dos últimos anos, levando o Brasil a perder competitividade no setor, quando comparado a países como a Coreia, o Japão, e a China, que aplicam de 3% e 4% do PIB em ciência e tecnologia. Enquanto essas nações fomentam a inovação tecnológica e a pesquisa científica, alertou, o Brasil reduz investimentos, por não compreender que para cada R$ 1,00 aplicado nessa área, o retorno é de R$ 12,00.

“Se nós quisermos, de fato, olhar para o futuro, preparar o Brasil para ser um país desenvolvido, temos que investir em ciência, tecnologia e educação. Não adianta ficar só no discurso. Temos que compatibilizar o discurso com o recurso”, avaliou o senador ao destacar que se hoje há o pré-sal e a exploração em águas profundas, foi resultado de pesquisa de anos e anos.

 

 

Foto: Willian Sant’Ana