Com Agência Senado

O senador Izalci Lucas (PSDB-DF) defendeu nesta terça-feira (12) em Plenário a aprovação do PL 5.695/2019, de sua autoria, que destina aos estados, ao Distrito Federal e aos municípios a quantia da cota do salário-educação de direito da União. A matéria foi aprovada nesta terça-feira (12) na Comissão de Educação (CE) e será analisada pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) na próxima segunda-feira (18), em audiência conjunta com a CE.

Segundo ressaltou o senador, os recursos provenientes do salário-educação, cerca de R$ 9,3 bilhões, hoje estão sob o teto de gastos da União e, com a proposta, poderão ser direcionados diretamente para os entes da Federação. Izalci destacou que a mudança não comprometerá os programas de alimentação e material escolar da forma como estão e  explicou que os recursos serão investidos  pelos estados, DF e municípios em educação básica.

“Não podemos esquecer que, a partir do ano que vem, nós já vamos ter que oferecer a educação profissional nos itinerários das escolas do ensino médio. Não tem nada no Orçamento para isso, não tem laboratório, não tem nada. Então, é muito importante esse recurso, para podermos melhorar as condições da escola, capacitar os professores da área técnica. Nós não teremos, com certeza, profissionais suficientes para atender a esse país desse tamanho. Então nós temos que ter dinheiro para investir na qualificação dos professores na educação profissional”, explicou.

Dia do Diretor

O senador Izalci também parabenizou os diretores escolares pelo dia Dia do Diretor, destacando a importância do trabalho que desempenham nas escolas.

“Eu diria que 60% da escola, do funcionamento dela se devem realmente a um bom gestor, a um bom diretor. Então, não poderia deixar de registrar as minhas homenagens a essa figura tão importante para a vida das pessoas, porque nada muda a vida das pessoas que não seja através da educação, através dos educadores e, de forma especial, dos nossos diretores”, celebrou o senador.

 

Foto: William Sant’Ana