O Senado promoveu sessão especial nesta segunda-feira (25) para lembrar o Dia Internacional da Não-Violência Contra a Mulher. Representantes de movimentos em defesa da mulher, do Poder Judiciário e da imprensa comemoraram os avanços alcançados por meio da aplicação da Lei Maria da Penha e cobraram atualização da legislação para o recebimento e andamento das denúncias, além de ações efetivas para conscientização da sociedade e acolhimento das vítimas.

 

Confira a matéria completa no portal Expressão Brasiliense