Preocupado com a falta de recursos para a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, o senador Izalci Lucas (PSDB/DF) apresentou uma emenda ao projeto de lei do Plano Plurianual (PPA) para o período de 2020-2023 que aumenta os recursos da instituição em mais de R$ 1,4 bilhão. O destaque do senador foi o único aprovado pelos parlamentares da Comissão Mista de Orçamento que votou o parecer final do PPA nesta terça-feira (10).

Ao justificar a sua emenda para os colegas, Izalci Lucas lembrou que a Embrapa é uma empresa importante não só para a agricultura do país como para a ciência, tecnologia, inovação e pesquisa. Nos últimos anos, a empresa pública vem sofrendo cortes de recursos o que acaba comprometendo o desempenho do órgão, principalmente, o programa de Pesquisa e Inovação Agropecuária que é um dos eixos estratégicos do PPA, junto com outros programas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

A emenda havia sido rejeitada e a articulação do senador junto aos colegas viabiliza esse aporte nos recursos da Embrapa. “Conseguimos reverter essa emenda e obtivemos o apoio de todos os parlamentares da CMO. Esse é um valor significativo para as pesquisas da Embrapa. Temos que reconhecer o trabalho da empresa que é um orgulho nacional e tem reconhecimento internacional. É inadmissível cortar recursos de uma empresa desse porte”, destacou Izalci Lucas.

O parlamentar ressaltou ainda que “se temos hoje todo esse potencial de exportação do agronegócio, a gente deve tudo isso as pesquisas da Embrapa”.